fique por dentro de floripa

- Economia e Negócios - Retomada Econômica: Jucesc registra volume de novas empresas superior a 2019

30.08.2020

Retomada Econômica: Jucesc registra volume de novas empresas superior a 2019

30.08.2020
Retomada Econômica: Jucesc registra volume de novas empresas superior a 2019
Foto: Divulgação/SDE

 

Com saldo superior ao registrado no mesmo período do ano passado, Santa Catarina já alcançou em 2020 a marca de 100 mil novas empresas, sendo que 65 mil foram constituídas durante a pandemia. De olho no bom resultado alcançado mesmo diante de todas as dificuldades enfrentadas, a Junta Comercial de Santa Catarina (Jucesc) lança nesta segunda-feira, 31, o Sistema Integrado de Comunicação (Sicom). A nova plataforma tem o objetivo de facilitar o diálogo entre o órgão mercantil e o empreendedor, reunindo todas as formas de contato e informações em um único canal.

Com 100% das suas operações disponíveis em ambiente digital, a Jucesc representa uma das principais bandeiras da atual gestão, que é o uso da inovação e tecnologia no aprimoramento dos serviços. O governador Carlos Moisés destaca que a nova ferramenta está totalmente alinhada a esse propósito e trará vantagens aos empreendedores.

“Ao centralizar todas as informações em apenas um meio, o Governo do Estado reafirma o compromisso com o empreendedor catarinense. É menos desperdício de tempo e burocracia. Nossa missão é oferecer serviços de qualidade que facilitem a vida do catarinense”, sintetiza.

A partir de agora, todas as demandas dos usuários terão como porta de entrada o Sicom, independente do assunto. De acordo com o presidente da Jucesc, a desburocratização é uma das prioridades.

“Através do Sicom estamos oferecendo aos usuários uma ferramenta ágil e eficiente para sanar as dúvidas e outros questionamentos que fazem parte da rotina de qualquer empreendedor. Trata-se de mais uma facilidade que dará celeridade a todos os processos empresariais e que vem para aperfeiçoar o sistema 100% digital que está em pleno funcionamento”, ressalta Gilson Bugs.

Como funciona

A comunicação com o usuário agora se dá exclusivamente pelo Sicom, onde o cidadão será atendido pelo Fale Conosco. Ali se encontram o e-mail e WhatsApp da Jucesc, canais de uso diário de grande parte da população. Para contatar via e-mail, o endereço eletrônico é atendimento@jucesc.sc.gov.br, já o número do WhatsApp é (48) 99183-1591.

Assim que receber a demanda, o departamento Fale Conosco utilizará a ferramenta de resolução ou distribuição interna para o setor competente. Dessa forma, no prazo mais curto possível, o usuário receberá a resposta pelo mesmo canal. 

Vale reforçar que os telefones fixos não serão mais oferecidos como forma de contato relativo a questões técnicas, jurídicas, dúvidas ou exigências.

Estado mantém a confiança do empreendedor

A resposta rápida e efetiva do Governo desde o início da pandemia de coronavírus, assim como já demonstrado em relação à Saúde, agora começa a evidenciar seus efeitos positivos sobre a economia. As medidas restritivas e a grande adesão popular no processo garantiram tempo hábil para que o Estado mais que dobrasse o número de leitos de UTI, assegurando que nenhum catarinense deixasse de ser atendido por falta de estrutura.

Da mesma forma, o empenho do Executivo na construção de um plano de retomada econômica, com flexibilização de atividades de forma controlada, já no mês de abril, permitiu que os setores produtivos, embora impactados, reagissem acima das expectativas. A criação do Grupo Econômico foi determinante na análise de indicadores para processos decisórios voltados a regular os mais diversos setores, equilibrando preservação da vida e as atividades econômicas. Pesquisas sinalizam que a economia catarinense se aproxima do patamar pré-pandemia.

Segundo informações do Observatório da Federação das Indústrias do Estado de Santa Catarina (FIESC), o Índice de Confiança do Empresário Industrial Catarinense (ICEI) atingiu 60,3 pontos em agosto, aproximando-se dos níveis registrados antes da pandemia do novo coronavírus, que foi de 63,2 pontos em março.

"Nós investimos em tecnologia e inovação para desburocratizar processos. Criamos um ambiente com segurança jurídica e incentivos para os empreendedores. Esse cenário é propício para atrair e manter empresas, ainda mais em um período de tantos desafios como esse de pandemia. Todos esses fatores em conjunto auxiliam na geração de renda, emprego e desenvolvimento para o nosso Estado", ressalta o governador Carlos Moisés.

Números confirmam reação da economia

Do início do ano até 31 de julho, foram contabilizados 557 empreendimentos estabelecidos em terras catarinenses, enquanto 322 deixaram o Estado, o que representa um saldo de 235 novas empresas que escolheram o nosso cenário econômico para empreender. Os dados foram apresentados pela Jucesc, que é vinculada à Secretaria de Estado do Desenvolvimento Econômico Sustentável (SDE).

Já no mesmo período de 2019, foram 528 empresas transferidas para Santa Catarina, enquanto 298 saíram desta unidade da federação, proporcionando um saldo positivo de 230 novas empresas. A diferença mostra que, apesar de toda a insegurança gerada pela pandemia da Covid-19, a economia catarinense é reconhecidamente pujante e atrai investidores confiantes na continuidade da retomada econômica.

“O desenvolvimento catarinense começa nas cidades e fortalece o Estado, atraindo investimentos e oportunidades. Santa Catarina tem uma economia diversificada e mão de obra capacitada. Nosso papel é de contribuir para esse crescimento, alinhando e unindo os setores na construção de um caminho promissor e de políticas de estado perenes, gerando uma espiral de prosperidade, esperança e confiança”, avalia o Secretário de Estado do Desenvolvimento Econômico Sustentável, Rogério Siqueira.

O esforço do Governo do Estado refletiu ainda no índice de empregos. O Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) divulgou que Santa Catarina manteve a menor taxa de desocupação no mês de julho, 8,4%, enquanto a do Brasil ficou em 13,1%. Em relação a pessoas ocupadas na informalidade, Santa Catarina também obteve o menor percentual entre os estados, com 20,1%. No cenário nacional, o índice foi de 33,6%. Isso significa que em julho o Estado registrou 18 mil trabalhadores a menos na informalidade, em comparação com o mês anterior.

Junta 100% Digital

O sistema 100% digital da Junta Comercial de Santa Catarina permite o recebimento de processos todos os dias da semana, feriados e finais de semana incluídos, 24h por dia. Com as inovações implantadas pela Jucesc no sistema, atualmente é possível abrir uma empresa em menos de oito minutos por meio do Registro Automático.

A Jucesc trabalha também na integração do sistema do órgão com os 295 municípios de Santa Catarina, que vai proporcionar, em breve, que todas as licenças e alvarás sejam liberados de maneira célere e totalmente desburocratizada, em união de prefeituras e todos os órgãos responsáveis. Um passo à frente na modernização dos registros mercantis.

Fonte: Governo de Santa Catarina

Conteúdos relacionados

Ver mais conteúdos

Fat Bike Floripa abre a primeira loja física no MULTI Open Shopping

18.09.2020

Fat Bike Floripa abre a primeira loja física no MULTI Open Shopping

Floripa Shopping será pioneiro na oferta de entrega expressa em parceria com Delivery Center

17.09.2020

Floripa Shopping será pioneiro na oferta de entrega expressa em parceria com Delivery Center

Impacto nos pequenos negócios durante a pandemia é maior para as mulheres empreendedoras do que para os homens

17.09.2020

Impacto nos pequenos negócios durante a pandemia é maior para as mulheres empreendedoras do que para os homens

Saiba mais sobre Florianópolis no deolhonailha.com.br O DeOlhoNaIlha é um portal de propriedade da NacionalVOX - Agência Digital, de Florianópolis. Seu lema é "Fique por dentro de Floripa" e seu objetivo é deixar os moradores e visitantes da Ilha da Magia muito bem informados sobre tudo o que acontece na cidade e região.

Anuncie no portal.
Entre em contato.