fique por dentro de floripa

- Geral - ACIF divulga nota pública com sugestões para reformas no saneamento básico de Florianópolis

11.03.2021

ACIF divulga nota pública com sugestões para reformas no saneamento básico de Florianópolis

11.03.2021
ACIF divulga nota pública com sugestões para reformas no saneamento básico de Florianópolis
Foto: Nota Pública Saneamento Básico de Florianópolis. Foto Visita à Estação de Tratamento de Esgoto (ETE) Rio do Braz


Criado no primeiro semestre de 2019 para analisar e apontar soluções para os crônicos problemas no saneamento básico da capital catarinense, o grupo técnico formado por lideranças e especialistas ligados à Associação Empresarial de Florianópolis (ACIF) divulga uma nota pública com análises e recomendações ao poder público. Entre elas, reformas expressivas e a mudança no modelo de prestação do serviço, atualmente operado pela CASAN. “Chegamos à conclusão de que o mesmo está exaurido e rumo ao colapso”, explica Rodrigo Rossoni, presidente da entidade. 

    A principal constatação é de que as reformas devem ser pautadas no Novo Marco Legal do Saneamento (Lei nº 14.026/2020), que impõe a ‘seleção competitiva do prestador dos serviços’, por meio de abertura de processo de licitação, envolvendo empresas públicas e privadas, de modo a garantir integralidade, eficiência e sustentabilidade econômica. “Também sugerimos a transformação da COMCAP em uma Agência de Gestão e Planejamento do Saneamento, dotada de efetivo poder de polícia, com aproveitamento de seus servidores sobressalentes para outros setores deficitários”, diz Fernando Cesar Demetri, ex-presidente da ACIF e coordenador do grupo técnico.

Ainda segundo os dados levantados, é essencial a contratação em curto prazo de um estudo para a viabilização do manejo dos resíduos sólidos de forma autossustentável, contemplando a utilização de tecnologias apropriadas e a melhoria da qualidade, com ganhos de eficiência e redução dos custos para os usuários. Além disso, o estímulo de soluções para o aproveitamento da água da chuva e o reuso de efluentes tratados para limpeza de ruas e praças, processos industriais e geração de energia, entre outras. “Nossa proposta também contempla o emissário submarino para o lançamento de efluentes tratados, ação a ser executada e operada pela iniciativa privada, de modo a viabilizar a manutenção do sistema e dos mananciais que abastecem Florianópolis”, completa Rossoni. 

Por fim, o documento solicita a elaboração de um Plano Municipal de Drenagem Urbana e a adoção de um modelo autodeclaratório, conforme recomendação da OAB/SC, de comprovação de regularidade sanitária periódica a qualquer edificação, sob a pena de oneração do usuário até que demonstre sua regularização. “Tudo permeado com ações de conscientização da população”, finaliza o presidente.

 

Conteúdos relacionados

Ver mais conteúdos

Presidente e conselheiro do CRA/SC visitam CDL de Florianópolis

09.04.2021

Presidente e conselheiro do CRA/SC visitam CDL de Florianópolis

MPF alerta Prefeitura de Florianópolis sobre risco de indenização milionária por imóvel em área de preservação

08.04.2021

MPF alerta Prefeitura de Florianópolis sobre risco de indenização milionária por imóvel em área de preservação

Fundação e projeto social se unem na campanha “Juntos contra a fome”

06.04.2021

Fundação e projeto social se unem na campanha “Juntos contra a fome”

Saiba mais sobre Florianópolis no deolhonailha.com.br O DeOlhoNaIlha é um portal de propriedade da NacionalVOX - Agência Digital, de Florianópolis. Seu lema é "Fique por dentro de Floripa" e seu objetivo é deixar os moradores e visitantes da Ilha da Magia muito bem informados sobre tudo o que acontece na cidade e região.

Anuncie no portal.
Entre em contato.